[Entrevista] A crise no mercado fitness

Que estamos em crise, ninguém mais tem dúvida! Apesar disso, o mercado fitness é um dos que mais cresce, mesmo nesse período de turbulência. O problema, na verdade, não é a crise, é a SUA atitude com relação a ela!

Para falar sobre a crise no mercado fitness, convidamos o professor Felipe Goulart para a nossa próxima entrevista. Ele vai falar sobre o panorama atual do mercado e os maiores problemas enfrentados por todos os que atuam, principalmente, em academias.

Empreendedor de sucesso e, ainda hoje, atuando como professor de aulas coletivas, nosso entrevistado tem uma visão completa do mercado, como poucos profissionais. Recentemente ele postou um texto nas redes sociais, que vai mostra bem a atitude dele em relação ao momento:

O país atravessa uma severa crise? Sim.
As pessoas estão sem dinheiro?Sim.
A rotina da sociedade foi afetada? Sim.

Mesmo com todos os revezes, mesmo sendo empurrados para baixo, não devemos nos encolher. Não devemos deixar nos abater, desanimar.

A situação é preocupante, a academia perdeu clientes, vocês provavelmente perderam alunos de Personal. Mas isso não é só em nossa academia, isso não é só no ramo de academias…é geral.

Qual vai ser nossa opção? Encolher também?

Eu escolho crescer! Mesmo que com menos dinheiro, eu escolho crescer, melhorando minha comunicação, melhorando o atendimento, sendo mais solícito, buscando soluções práticas e dinâmicas.

Eu escolho crescer! Não posso me dar ao luxo de desanimar, de entregar os meus sonhos e minhas metas na mão de pessoas que destruíram um próspero país.

Eu escolho crescer! E espero que você também cresça. É nas adversidades que se “afia” o caráter. É nas adversidades que enraizamos valores.

Pense nisso. Não se encolha! Não permita que os outros te digam “tá ruim” e você cruze os braços.

Cresça, mesmo que doa, cresça. Mesmo que te digam que você é louco, cresça. Quando te dizem que você é louco, acredite, você estará no caminho certo.

Eu escolho crescer! Qual a sua escolha?

Para assistir à entrevista, clique no vídeo abaixo:

Gostou desse artigo? Compartilhe, comente!

WhatsApp do 15CCEF
Enviar